Dia Internacional da Música no Brasil tem um motivo especial para comemorar neste 1° de outubro
28/09/2018 18:19 em Música

Com o apoio da Ordem dos Músicos do Brasil e diversos cantores nacionais, nasce o Música é Esperança, maior projeto sócio musical que o país já viu em prol do setor e da classe artística

Desde 1975, em 1° de outubro é comemorado o Dia Mundial da Música, data que surgiu a partir de uma iniciativa da UNESCO através da International Music Council. E, neste ano, no Brasil, há um motivo especial para se comemorar, que é o lançamento do maior projeto sócio musical que o país já viu: Música é Esperança.

A campanha foi criada pelo Instituto Braços Dados entidade sem fins lucrativos formada por músicos e profissionais engajados em projetos sócio culturais, com o apoio da Ordem dos Músicos do Brasil e grandes nomes da música brasileira como maestro Antônio Carlos Martins, Carlinhos Brown, Elba Ramalho, Magno Malta, Arnaldo Sacomani, Beto Barbosa, Aline Barros, entre outros. E uma das propostas é integrar a música à educação nas escolas públicas e comunidades, além de profissionalizar professores, proporcionando conhecimento musical e cultural para milhares de crianças em todo o país.

Em um terreno de aproximadamente 29 mil metros quadrados, cedido pelo cantor Netinho do Instituto Casa da Gente, será instalada a primeira escola do Música é Esperança. Na planta, estão previstas 17 salas de aula, 2 salas para EAD e um estúdio e espaços de convivência. A expectativa é beneficiar mais de 2 mil crianças com aulas de instrumentos musicais de diversos estilos, de percussão a cordas e sopro.

Além disso, o projeto atuará no ensino à distância, com cursos em nível nacional para profissionais, amadores e professores, certificados pela OMB CF –Ordem dos Musicos do Brasil, Conselho Federal.

"Queremos que a música seja oficialmente compreendida como uma atividade profissional e, portanto, ensinada como acontece com qualquer outra carreira", comenta Gerson Tajes, presidente da OMB.

Outro grande objetivo do Música é Esperança é dar assistência social aos músicos em geral, especialmente aqueles que chegam à terceira idade ou que ficam impossibilitados de atuar profissionalmente. Segundo Tajes, o Brasil possui mais de 8 milhões de profissionais que atuam e sobrevivem da música. "Por isso, o projeto também terá aulas sobre educação financeira e jurídica para orientar os músicos ao longo de suas trajetórias; disponibilizará um cartão pré-pago personalizado para assegurar que ele esteja em dia com as contas e, ainda, será personalizado conforme o instrumento ou segmento em que atua", complementa o presidente da OMB.

Mais informações através do site www.musicaeesperanca.com.br e redes sociais facebook e instagram @musicaeesperenca.

 
COMENTÁRIOS